domingo, 11 de abril de 2010

Drag Me to Hell (2009)


"Even nice people can go to hell."

   É oficial: Sam Raimi, mais conhecido por realizar a saga "Evil Dead" e "Spider-man", voltou às suas origens e ao género terror, realizando, na minha opinião, o melhor filme de terror de 2009. Todos os fãs do realizador perguntavam-se quando este faria o seu ''comeback'' ao género que o tornou famoso. Mesmo depois de ter realizado um fraquíssimo Spider-man 3 e ter produzido as desgraças The Grudge 2 e 3, a esperança ainda estava viva. Pois bem, não poderia ter feito o seu regresso da melhor maneira.
Antes de mais, imagine-se, adorei o facto do filme ser um original e não um remake de um filme japonês! A ideia de que já não há originalidade com os filmes de terror em Hollywood, é certamente refutada com o aparecimento de "Drag Me to Hell", o que torna este filme absolutamente irresistível.

   O argumento é original, simples e eficaz. Alison Lohman interpreta Christine Brown, uma agente financeira que, tendo uma vida bastante boa e um namorado brilhante (Justin Long), anseia por uma promoção. Para impressionar o seu chefe (David Paymer), nega o pedido de empréstimo a uma idosa e doente cigana chamada Sylvia Ganush (Lorna Gaver) fazendo com que esta perca a sua casa. Sentido-se humilhada, Ganush decide vingar-se e lança uma maldição a Christine, condenando-a a 3 dias de verdadeiro terror ao receber visitas do demónio "Lamia". Acontece que, se no prazo de 3 dias, Christine não arranjar maneira de acabar com a maldição, é literalmente arrastada para o inferno.

   Desde o fantástico início até ao arrebatador último minuto, o filme nunca parece "slow paced" ou lento. Aliás, dei por mim a pensar que ainda só tinham passado 10 minutos quando já tinham passado 56. Drag Me to Hell não perde tempo nenhum. Sam Raimi faz aqui um trabalho perfeito, ao fazer com que as pessoas anseiem sempre por mais. Vê-se mesmo muito bem, o tempo passa a correr!
O filme é único: mistura grandes sustos (embora muitos deles assentes na fórmula fácil do impacto sonoro) com uma pitadela de comédia e partes um bocado gráficas demais. O humor negro a que Raimi já nos habituou está presente em "Drag Me to Hell". Sam Raimi foi simplesmente fantástico, pois nunca pensei que uma mistura destas fosse dar tão bom resultado. Proporciona-nos momentos de alta tensão de cortar a respiração, mas há igualmente partes verdadeiramente hilariantes. Esta é uma fórmula bastante eficaz, pois permite que se recupere de alguns sustos, e é sempre bom ver cenas cómicas. Tecnicamente, o filme também não desilude. É excelente ver-te de volta, Mr. Raimi!


   As performances dos actores são boas e o argumento é sólido. A única falha que tenho a apontar relativamente aos actores é a própria Alison Lohman. Ela não é má actriz, é claro, mas penso que neste filme faltou-lhe alguma emoção, e para actriz principal, deveria ter dado muito mais de si, esperava um pouco mais de força. Ellen Page era a escolha inicial, mas teve que recusar o papel. Penso que Page poderia ter dado uma melhor performance. Agora a Sra. Lorna Raver é que faz aqui um trabalho assustador, mas num bom sentido. Verão que no filme ela é completamente arrepiante. Acredito mesmo que a personagem dela vai se tornar um ícone, como o Freddy Krueger por exemplo. Mas ela consegue ser muito mais assustadora do que qualquer "slash killer" de outros filmes. David Paymer como chefe da Christine é simplesmente hilariante.Vê-se outras boas actuações por parte de Rham Jas (que querido, adorei-o) e Justin Long.

   Em suma, Drag Me to Hell é um filme que qualquer fã de terror deve ver. É uma verdadeira lufada de ar fresco. Eu poderia ficar a falar muito mais do filme, mas não quero estragar a surpresa. Aliás, quanto menos souberem quando forem ver o filme, melhor. Só sei que fiquei de boca aberta durante 15 minutos após o filme acabar.

EXAME

Realização: 9/10
Actores: 8/10
Argumento/Enredo: 8/10
Duração/Conteúdo: 8/10
Efeitos/Fotografia: 7/10
Banda sonora/Efeitos sonoros: 8/10
Transmissão da ideia principal do filme para o espectador: 8/10

Média global: 8/10

Crítica feita por Sara Queiroz

Informação

Título em português: Arrasta-me para o Inferno
Título Original: Drag Me to Hell
Ano: 2009
Realização: Sam Raimi
Actores: Alison Lohman, Justin Long, Lorna Raver, Dileep Rao

Trailer


4 comentários:

  1. este filme nos cinemas é para maior de que idade?

    ResponderEliminar
  2. O filme vai estrear amanha nos cinemas portugueses e terá a classificação de M/16.

    ResponderEliminar
  3. Detesto esse filme. Detesto! Um dos "trashs" mais sem graças e imbecis que já tive o desprazer de assistir.

    ResponderEliminar
  4. O filme de facto é bastante particular, mas agradou-me imenso. Percebo perfeitamente quem o odeie, é mesmo daqueles filmes susceptíveis a opiniões bipolares!

    ResponderEliminar