quinta-feira, 6 de janeiro de 2011

Os Mais Vistos


Pode por vezes ser um dado falacioso no que toca à qualidade de variadíssimos filmes, mas o número de espectadores e a receita que uma película factura enquanto está nas salas portuguesas será sempre um objecto de análise de muitos cinéfilos. Agora que assistimos ao passar de mais um ano que não foi dos mais fortes a nível de grandes filmes, parece que os resultados de Box Office corroboraram este pensamento.

Nas últimas tabelas divulgadas pelo ICA não se verificam alterações significativas, senão vejamos:

- Na tabela dos filmes mais vistos entre 2004 e 2010, "Avatar" continua a ser o líder incontestável com mais 3 milhões de Euros de receita que o segundo lugar, "Mamma Mia!". Quanto a novas entradas trazidas pelo ano de 2010, o último episódio da saga "Shrek" entrou para o Top 10 totalizando 742957 espectadores. Para voltarmos a encontrar um filme de 2010 nesta tabela temos de descer até à 21ª posição, onde "Eclipse" vai estando com a sua módica receita de € 2 447 113. Pode consultar a restante tabela
aqui.

- A nível de produções nacionais estreadas no mesmo espaço tempo, "O Crime do Padre Amaro" continua a liderar com uma certa tranquilidade. Ainda assim, nesta tabela tivemos a entrada de dois filmes para o 7º e 9º lugar, "A Bela e o Paparazzo" e "Contraluz" respectivamente, confirmando assim que os portugueses continuam a adorar aquilo que de mais comercial e feio é feito pelos nossos. Para verificar a tabela completa, clique
aqui.

- Relativamente ao ano de 2010 e apesar da crise mais que anunciada durante o ano passado, em 2010 houve um aumento de 5,4 % no número de espectadores que afluiram às salas relativamente ao ano de 2009, o que rendeu mais 11,3 % aos cofres da 7ª arte, sendo que os meses de Março e Outubro foram os mais sorridentes para os exibidores e distribuidores. "Avatar" foi o filme mais visto de 2010, mesmo tendo deixado mais de metade dos seus espectadores ainda no ano de 2009. No que toca a exibidores, a Zon Lusomundo continua a sugar tudo o que é lucro cinematográfico, tendo registado um crescimento de 17,3 % relativamente a 2009 e deixando grande parte dos restantes exibidores com saudades de 2009. Geograficamente, o Distrito de Lisboa é aquele que totaliza uma maior receita nas bilheteiras, enquanto Portalegre é a região mais fraca. Na tabela de distribuidores aparece novamente o suspeito do costume, a Zon Lusomundo com uma receita de mais de 42 milhões de Euros. Finalmente, num ano em que foram exibidos mais filmes europeus nas salas portuguesas, os filmes de origem norte-americana voltaram a deter a maior parte do lucro luso. Pode consultar este estudo mais detalhadamente
aqui.

Num ano de 2011 que se adivinha bem mais interessante a nível cinematográfico, veremos se os portugueses vão corresponder a essa expectativa.

0 comentários:

Enviar um comentário