segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

Óscares 2011


Photobucket

Eram duas da manhã e estava acordada, pronta a assistir a mais uma gala dos Óscares, juntamente com a minha irmã Sara e via telefone com o meu caro amigo Pedro Gonçalves. Devo dizer que foram 4 horas sem sono um pouco desperdiçadas, porque a gala em si não foi nada de especial. Contudo, a noite prometia, e de facto houve um grande sketch inicial, deveras brilhante:



A 83ª cerimónia dos Óscares foi uma gala renhida, em que já era sabido que haveria muita distribuição de Óscares pelos filmes, não havendo nenhum que arrecadasse todos. Muitos favoritos, e sem grandes surpresas (principalmente nos Óscares de representação). As surpresas da noite foram as vitórias de Melhor Realizador e Melhor Filme para o Discurso do Rei (deveriam ser, na minha opinião, para Darren Aronofsky e Black Swan), os dois Óscares para Alice in Wonderland e o Óscar de Melhor Filme Estrangeiro para In a Better World (
devo admitir que só errei em 4 categorias). Um grande ponto positivo foi Inception, que levou para casa 4 Óscares bem merecidos.
Não foi uma grande cerimónia, apesar de não ter sido tão aborrecida como a do ano passado.
Não foi uma cerimónia histórica nem tão deslumbrante como poderia ter sido, e realmente esperava mais de James Franco e Anne Hathaway como apresentadores... muito forçados, Franco parecida muito desinteressado e Hathaway demasiado excitada. Mas houve um bom momento, em que Franco se vestiu de Marilyn Monroe.
À excepção do momento "F word" de Melissa Leo, não houveram incidentes. Os lendários Billy Cristal e Kirk Douglas forneceram dos momentos mais altos da gala.

Os grandes derrotados da noite foram True Grit e 127 Horas, tendo 10 e 6 nomeações respectivamente, que não foram galardoados. Já Black Swan levou apenas um Óscar, com Natalie Portman a merecê-lo irrevogavelmente.
Já David Fincher também saiu de mãos a abanar.

Vencedores :

MELHOR FILME

Photobucket

O Discurso do Rei
Cisne Negro
The Fighter - Último Round
A Origem
Os Miúdos Estão BeM
127 Horas
A Rede Social
Toy Story 3
Indomável
Winter's Bone


MELHOR ACTOR PRINCIPAL

Photobucket

Colin Firth (O Discurso do Rei)
Javier Bardem (Biutiful)
Jeff Bridges (Indomável)
Jesse Eisenberg (A Rede Social)
James Franco (127 Horas)


MELHOR ACTOR SECUNDÁRIO

Photobucket

Christian Bale (The Fighter - Último Round)
John Hawkes (Winter's Bone)
Jeremy Renner (A Cidade)
Mark Ruffalo (Os Miúdos Estão Bem)
Geoffrey Rush (O Discurso do Rei)


MELHOR ACTRIZ PRINCIPAL

Photobucket

Natalie Portman (Cisne Negro)
Annette Benning (Os Miúdos Estão Bem)
Nicole Kidman (Rabbit Hole)
Jennifer Lawrence (Winter's Bone)`
Michelle Williams (Blue Valentine)


MELHOR ACTRIZ SECUNDÁRIA

Photobucket

Melissa Leo (The Fighter - Último Round)
Amy Adams (The Fighter - Último Round)
Helena Bonham Carter (O Discurso do Rei)
Hailee Steinfeld (Indomável)
Jacki Weaver (Animal Kingdom)


MELHOR FILME DE ANIMAÇÃO

Photobucket

Toy Story 3
Como Treinares o Teu Dragão
O Mágico


MELHOR DIRECÇÃO ARTÍSTICA

Photobucket

Alice no País das Maravilhas
Harry Potter e Os Talismãs da Morte Parte 1
A Origem
O Discurso do Rei
Indomável

MELHOR GUARDA ROUPA

Alice no País das Maravilhas


MELHOR FOTOGRAFIA

A Origem
Cisne Negro
O Discurso do Rei
A Rede Social
Indomável


MELHOR REALIZADOR

Tom Hooper (O Discurso do Rei)
Darren Aronofsky (Cisne Negro)
David O. Russell (The Fighter - Último Round)
David Fincher (A Rede Social)
Joel e Ethan Coen (Indomável)


MELHOR DOCUMENTÁRIO

Inside Job
Exit Through the Gift Shop
Gasland
Inside Job
Restrepo
Waste Land

MELHOR EDIÇÃO

A Rede Social
Cisne Negro
The Fighter
O Discurso do Rei
127 Horas



MELHOR FILME ESTRANGEIRO

Photobucket

In a Better World (Dinamarca)
Biutiful (México)
Canino (Grécia)
Incendies (Canadá)
Fora da Lei (Argélia)


MELHOR CARACTERIZAÇÃO

O Lobisomem
Barney's Version
The Way Back

MELHOR BANDA-SONORA

Photobucket

A Rede Social (Trent Reznor e Atticus Ross)
Como Treinares o Teu Dragão (John Powell)
A Origem (Hans Zimmer)
O Discurso do Rei (Alexandre Desplat)
127 Horas (A.R. Rahman)


MELHOR CANÇÃO

Photobucket

"We Belong Together" (Toy Story 3) - Randy Newman
"Coming Home" (Country Song) - Tom Douglas, Troy Verges e Hillary Lindsey
"I See the Light" (Entrelaçados) - Alan Menken e Glenn Slater
"If I Rise" (127 Horas) - A.R. Rahman, Dido e Rollo Armstrong


MELHOR CURTA-METRAGEM DE ANIMAÇÃO

Photobucket

The Lost Thing
Dia e Noite
The Gruffalo
Let's Pollute
Madagascar, A Journey Diary


MELHOR CURTA METRAGEM

God of Love
The Confession
The Crush
God of Love
Na Wewe
Wish 143

MELHOR EDIÇÃO DE SOM

Photobucket

A Origem
Toy Story 3
Tron: Legacy
Indomável
Imparável



MELHOR MISTURA DE SOM

Photobucket

A Origem
O Discurso do Rei
Salt
A Rede Social
Indomável


MELHORES EFEITOS VISUAIS

Photobucket

A Origem
Alice no País das Maravilhas
Harry Potter e os Talismãs da Morte Parte 1
Hereafter - Outra Vida
Iron Man 2


MELHOR ARGUMENTO ADAPTADO

Photobucket

A Rede Social
127 Horas
Toy Story 3
Indomável
Winter's Bone

MELHOR ARGUMENTO ORIGINAL

Photobucket

O Discurso do Rei
Um Ano Mais
The Fighter - Último Round
A Origem
Os Miúdos Estão Bem


Número de óscares:


The King's Speech - 4

Inception -4

The Social Network - 3

The Fighter - 2

Alice in Wondeland -2

Toy Story 3 - 2

Black Swan -1


Para o ano parece que há mais.

por Joana Queiroz

6 comentários:

  1. Sinceramente fiquei um bocado desiludida com os Óscares este ano, em termos do espectáculo em si. Penso que foi uma cerimónia ligeiramente enfadonha, claro que com alguns momentos engraçados, mas em geral foi um pouco aborrecido. Acho que adormeci umas quantas vezes.
    Em relação aos vencedores, na minha opinião não houve grandes surpresas, especialmente nas categorias de representação. Acho que todos os actores mereceram os óscares, se bem que estava dividida entre Christian Bale e o Geofrey Rush na categoria de melhor actor secundário. Achei muito bem que Inception tenha arrecadado 4 óscares das categorias técnicas, foi inteiramente merecido... Só acho que também devia ter ganho na categoria de melhor argumento original, aliás, o não ter ganho é algo que me escapa ao entendimento!
    Outra coisa especialmente irritante foi o 127 horas não ter ganho nada, quando podia muito bem ter derrotado A Rede Social nas categorias de melhor banda sonora e melhor argumento adaptado.

    ResponderEliminar
  2. Não houve surpresas mas desilusões, especialmente a do Melhor Argumento Original...

    Abraço
    Frank and Hall's Stuff

    ResponderEliminar
  3. A cerimónia realmente podia ter sido mais interessante. Devo confessar que adorei aquele sketch dos Gregory Brothers que tranformaram em "musicais" alguns momentos de alguns filmes de 2010 (Harry Potter 7- Part 1, The Social Network, Toy Story 3, King's Speech e Eclipse). Também estava dividido entre o Bale e o Geofrey Rush para melhor actor secundário, mas o Bale já tinha que ganhar qualquer coisita e o Rush já é galardoado. Gostava era de saber como raio o Inception perdeu no melhor argumento original para o King's Speech (nem tem comparação possivel, o Inception encosta tudo a um canto!) e como é que o Black Swan não ganhou Melhor Filme (pronto, aqui é sempre discutível) e Melhor Realização por Darren Aronofosky (este homem tem uma mestria que Tom Hooper ainda não tem mas pode vir a ter e Aronofsky, injustamente, nunca tinha sido nomeado antes...). Enfim, acho que as menores supresas foram mesmo nos Oscars de Representação e nos Oscars técnicos (o Inception obviamente que mereceu- só poderia perder nos efeitos especiais para o Deathly Hallows).

    ResponderEliminar
  4. Desculpa mas quem adormece a ver os Óscares é porque não gosta assim tanto de cinema...
    Olhinho aberto, hem, mesmo que a cerimónia esteja aborrecida.

    ResponderEliminar
  5. Desculpa, mas quem acha que o gosto por cinema se resume a adormecer ou não a ver os Óscares é porque de facto tem uma visão muito limitada da sétima arte. Deixa de fazer comentários totalmente descabidos, lê os artigos que a Sara escreve neste blogue e aí talvez já possas julgar o gosto que a Sara tem por cinema.
    Além disso, é óbvio para toda a gente que a cerimónia foi totalmente desinteressante e que aquilo que Franco e Hathaway fizeram qualquer um fazia. Uma pessoa que não tenha vida ou que tenha dormido bem de Sábado para Domingo, talvez aguente. Uma pessoa como a Sara que estava cansada nesse dia e fez um esforço para ver a gala em nome do seu "gosto" por cinema, obviamente que adormece.

    ResponderEliminar
  6. Grande Pedro, sim senhor!
    Óscars são Uma noite de cinema, não é A noite de cinema, essa infelizmente e por motivos inacreditáveis não existe.
    A cerimónia foi uma...treta..., Franco não estava lá e a Hathaway fazia o melhor que conseguia.
    Eu estava a torcer pelo Discurso do rei, por isso não posso dizer que me sinta injustiçado pelos prémios. Só trocava o de actriz secundária das mãos para as de Hailee Steinfeld. Black Swan merecia mais, e True Grit, sem dúvida, algo. Mas a competição foi apertada, acho que fomos presenteados com bons filmes.
    Um abraço à comunidade do blog!

    ResponderEliminar