quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Submarino (2010)

Não há nada melhor do que ver um filme, que sabemos ser o primeiro do realizador, e após 90 minutos de visualização, ficar num nível de satisfação que há muito não se estava. Digamos que a estreia de Richard Ayode na longas metragens vai além do que se estava à espera, e supera qualquer expectativa. O que faz Submarine tão especial é a habilidade de Richard Ayode de captar a essência do crescimento: a alegria e optimismo, contra a confusão e depressão. Para além de ter uma vertente cómica, é um filme genuíno, na medida em que percebe e transmite verdadeiramente a ansiedade na adolescência.

Submarine é protagonizado e narrado por Oliver Tate (Craig Roberts), um típico adolescente que habit
a no País de Gales, em que as suas principais preocupações consistem na atracção que sente por Jordana (Yasmin Paige) e o crescente desgaste da relação dos seus pais. Assim, Oliver estabelece dois objectivos para o Verão: perder a virgindade antes do seu próximo aniversário com Jordana e evitar que a mãe (Sally Hawkins) troque o seu pai (Noah Taylor) por um "guru" new age... O argumento está qualquer coisa de extraordinário, isto porque foca bastante a problematização do "eu" e vai-nos sendo dado a conhecer as diversas peripécias e opções do jovem. É completamente impossível ficarmos indiferentes a isto, não só pela forma envolvente da narrativa, mas também devido à maneira divertida que aborda os problemas que são retratados. Adoro os pormenores que o realizador nos proporciona, vê-se mesmo que só poderá ter sido escrito por ele. O facto de misturar comédia e drama, envolto também em sátira, está mesmo genial, porque fá-lo de uma maneira bastante peculiar que destaca o filme dos demais, pois capta a essência do "eu".

É impressionante como Richard Ayode acertou em cheio na escolha do seu elenco; Isto porque
Craig Roberts desempenha na perfeição a postura embaraçada e inconveniente de Oliver, tal como os restantes actores cumprem os seus papeís com a mesma credibilidade.
Submarine é dos filmes mais belos que tive oportunidade de assistir nos últimos anos, pois transborda sentimento; Devo dizer mesmo que é um filme bastante diferente daquilo que se tem visto por aí, e adoro essa singularidade. É verdadeiramente imperdível se estão à procura de um filme em que a realização e argumento estão em perfeita harmonia, coadjuvado com um magnífico desempenho do elenco. Este é para vocês!

EXAME

Realização: 9/10
Actores: 9/10
Argumento/Enredo: 8/10
Duração/Conteúdo: 7.5/10
Transmissão da ideia principal do filme para o espectador: 8/10

Média Global: 8.3/10

Crítica feita por Sarah Queiroz

Informação

Título em português: Submarino
Título Original: Submarine
Ano: 2010
Realização: Richard Ayoade
Actores: Craig Roberts, Sally Hawkins, Noah Taylor, Paddy Considine, Yasmin Paige

Trailer

3 comentários:

  1. Não li sua resenha porque o filme está aqui no meu buffer pessoal de coisas para ver. Desta vez você conseguiu me vencer e publicou sua crítica antes. Desta vez, Sarah. :D

    ResponderEliminar
  2. É um filme lindinho e exala um sentimentalismo juvenil verdadeiro e puro de uma criança desesperada para realizar seus amores. Mas ao mesmo tempo, eu estava me sufocando em toda a atmosfera alternativa do filme. As roupas, a Inglaterra, o vocabulário, o estilo, a trilha sonora do vocalista do Arctic Monkeys... É um filme bonito feito pra ser indie.
    Abração!

    ResponderEliminar