segunda-feira, 25 de abril de 2011

Scream 4 (2011)

"New Decade. New Rules."

Passaram quinze anos desde que Wes Craven e o argumentista Ken Williamson nos trouxeram a primeira parte desta saga, que revolucionou completamente o género na altura. Na minha opinão, Scream 4 é uma verdadeira sequela, e compensa totalmente a horrorosidade que foi Scream 3. Wes Craven demonstra-nos mais uma vez a sua genialidade através das críticas inteligentes que faz, e a satirização ao género e aos seus próprios filmes. É errado categorizar este filme como "terror". Sim, sem dúvida que engloba o género, mas será mais correcto considerá-lo como comédia negra, ou terror de humor negro. Porque há cenas verdadeiramente engraçadas, em geral, fiquei surpreendidíssima com o filme.

A história volta a centrar-se em Sidney Prescott (Neve Campbell). Passaram alguns anos desde os eventos do último filme e Sidney está de volta a Woodsboro para promover seu livro de auto-ajuda. Reencontra os seus velhos amigos Gale (Courtney Cox) e Dewey (David Arquette), e a sua prima Jill (Emma Roberts). Porém o retorno de Sidney trás de volta o fantasma do passado Ghostface, que retoma os assassinatos. E é isto, uma premissa simples e familiar, mas suficiente para nos focarmos na resolução do mistério. É sempre um desafio! É formidável ter de volta o elenco principal, pois Scream não seria nada sem eles. Sem dúvida que a história de Scream 4 é pouco inovadora e está completamente recheada de clichés, mas Craven acentua tanto a vertente satírica do filme, que torna-o bastante mais interessante que outros filmes do género. É um script que entretém bastante e contém twists interessantes. Também considero que o filme está muito bem conseguido estruturalmente, penso que os eventos que antecedem a revelação da identidade do assassino estão muito bem construídos. Este último aspecto não penso que tenha sido previsível, eu fui apanhada de surpresa sinceramente... Achei é que as motivações do assassino são um bocado estúpidas.

Reparei igualmente que está ligeiramente mais violento e sanguinário comparado com os seus antecessores.
O que é sempre um aspecto positivo, sem querer parecer sádica . A essência satírica tão caracterizadora da saga Scream está mais acentuada que nunca. Pondo de parte a fant ástica realização de Wes Craven, os actores são o outro ponto de destaque, e como já referi, é óptimo ter de volta o elenco do filme original. Courtney Cox apresenta uma melhoria imensa relativamente a Scream 3, que sincer amente detestei no filme. Relativamente à "malta nova", gostei imenso das performances de Emma Roberts e Hayden Panettiere, imensamente credíveis e sólidas no desempenho dos seus papeís. Adorei a cameo de Kristin Bell e Anna Paquin, actualmente das minhas actrizes preferidas.

Fui ver este filme na sessão da meia-noite na companhia da minha irmã, e diverti-me bastante. Wes Craven regressa em grande, voltando-nos a proporcionar um filme que entretém bastante! E não deve ser nada fácil fazer 4 filmes e manter o mesmo espírito... Adorei, e recomendo que o vejam, especialmente se são grandes fãs da saga como eu. Compensou esperar 11 anos pelo Scream 4. It's a blast!

EXAME

Realização: 8.5/10
Actores: 8/10
Argumento/Enredo: 7/10
Duração/Conteúdo: 7/10
Transmissão da principal ideia do filme para o espectador: 7/10

Média global: 7.5/10

Crítica feita por Sara Queiroz


Informação

Título em português: Gritos 4
Título original: Scream 4
Ano: 2011
Realização: Wes Craven
Actores: Neve Campbell, Courtney Cox, Hayden Panettiere, Emma Roberts, David Arquette

Trailer do filme:

11 comentários:

  1. A saga de terror mais fun dos últimos anos!
    Ótimo texto Sarah e Scream 4 é uma delicia!
    Bjs.
    RODRIGO

    ResponderEliminar
  2. Se valeu a pena esperar, é bom sinal. Só vi o primeiro e até gostei.


    Abraço
    Frank and Hall's Stuff

    ResponderEliminar
  3. Também gostei, me diverti muito.

    http://cinelupinha.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  4. Obrigada pelos comentários (:

    Rodrigo, é sem dúvida das sagas mais divertidas e indispensáveis.

    Bruno, recomendo que vejas os restantes, se gostaste do primeiro de certeza que vais gostar dos outros :D

    Rafael, a diversão é garantida, ri-me imenso com o filme, especialmente na cena inicial.

    ResponderEliminar
  5. O primeiro foi o melhor sem dúvida! O terceiro foi uma vergonha de filme... Quero ver este mesmo! Ainda por cima tem a Emma Roberts, úma jovem actriz que gosto cada vez mais (e é bem gira!). Também gosto muito da Kristen Bell e da Anna Paquin

    ResponderEliminar
  6. Muito divertido mesmo!

    Só discordo sobre a motivação do Ghostface da vez, achei que combina bem com a nossa época e o enfoque do filme nessa geração tão ligada no que está sendo popular na internet. E bem melhor que a "motivação" do Stu no 1° e Mickey no 2°, que se resumem a "porque sim".

    De qualquer forma, recomendadíssimo!

    ResponderEliminar
  7. Ah, e sobre o 3°, acho que foi um filme um tanto massacrado demais. Claro, não é tão interessante quanto os dois primeiros, mas achei um filme divertido, e a ambientação em Hollywood foi uma bela idéia.

    ResponderEliminar
  8. Obrigada pelo comentário Eder :D
    Sim, eu percebo o que queres dizer, mas mesmo assim na altura pareceu-me uma motivação um pouco forçada, não sei bem explicar. Mas é claro que foi um twist bastante interessante, não estava mesmo nada à espera.

    ResponderEliminar
  9. Mal posso esperar para o ver. Sem dúvida, uma trilogia indispensável para quem é fã de terror como eu. Apesar do primeiro ser superior aos outros dois, estou em pulgas para ver o 4º. E assim tenho a desculpa de assistir aos outro 3, para recordar.

    Juliana.
    www.cinemofilia.blogspot.com

    ResponderEliminar
  10. Amei esse filme. A melhor seqüência feita para o Pânico original. Divertido e inteligente em proporções exatas, além de ser uma sessão ótima de ser vista. Nota: 8.0 (:

    ResponderEliminar