segunda-feira, 30 de agosto de 2010

The Hangover (2009)

"Some guys just can't handle Vegas."

"The Hangover" é um filme, permitam-me já adiantar, bastante refrescante e inovador. Desde um bebé abandonado num armário a um tigre enfiado numa casa de banho, este filme tem de tudo. Apesar do filme parecer que vá ser daqueles filmes de comédia super comerciais com um argumento pouco profundo que não valem grande coisa (o trailer não me impressionou), "The Hangover" acaba por superar qualquer expectativa e torna-se numa deveras agradável surpresa. Hilariante é dizer pouco. Ou talvez seja dizer tudo, pois "The Hangover" quase que é a definição da palavra. O filme proporciona momentos verdadeiramente caricatos, especialmente as cenas protagonizadas por Zach Galifianakis.

Aliás, Bradley Cooper, Ed Helms e Zach Galifianakis são o trio perfeito e estão absolutamente fantásticos no filme. Posso dizer que foi dos poucos filmes que conseguiu fazer-me cair da cadeira de tanto rir.
Fiquei um bocado hesitante relativamente a Bradley Cooper, isto porque não sabia que ele era capaz de fazer comédia tão bem. Cooper no filme está um idiota completo. Já Ed Helms, comediante contemplado, bastante subestimado na minha opinião, fez o papelão que já esperava que ele fizesse. Zack Galifianakis rouba o espectáculo, que show que este homem dá! O filme também conta com a participação de Heather Graham e Mike Tyson, ambos também a contribuir bem para o sucesso do filme.

"The Hangover" conta a história de 4 homens. Phil (Bradley Cooper), é um professor casado que está completamente aborrecido com a sua vida. Stu (Ed Helms), é um dentista "nerd" que tem uma namorada horrível que controla-o constantemente. Alan (Zach Galifianakis), é um homem um pouco estranho e anti-social, cuja irmã se vai casar com Doug (Justin Bartha). Ora o filme desenrola-se em Las Vegas onde estas 4 personagens decidem passar a despedida de solteiro de Doug. No dia seguinte deparam-se com uma situação de doidos: o quarto de hotel está completamente destruído, têem um bebé no armário, um tigre na casa de banho e Doug está desaparecido. Para além destes problemas, ainda há outro. Eles não se lembram de nada e o Doug vai se casar no dia seguinte. Alan, Phil e Stu terão que fazer de tudo para descobrir o que fizeram durante a noite e encontrar Doug antes que seja tarde demais.
O filme conta com um argumento bastante engraçado, é uma história simples que envolve momentos absurdos e hilariantes, que por vezes apresenta sequências um pouco irrealistas e estúpidas, mas penso que faz parte do género. O que importa é que apesar do irrealismo de algumas cenas, as cenas mesmo assim são executadas na perfeição e concretizadas convenientemente. Para além deste, outro pontos negativos que devo realçar, é o pouco desenvolvimento das personagens. O enredo, assim, não é nada de especial, mas a sua concretização soberba eleva "The Hangover" ao filme cómico do ano, se não dos melhores filmes de comédia da década.


É um filme altamente recomendável e imperdível, pois é genuinamente engraçado. Todd Phillips está de parabéns, pois realizou um grande filme. Que venha o "The Hangover 2", já anunciado para uma estreia a Julho de 2011.



EXAME

Realização: 8/10
Actores: 10/10
Argumento/Enredo: 7/10
Banda Sonora: 7.5/10
Duração/Conteúdo: 7/10
Transmissão da principal ideia do filme para o espectador: 8/10

Média Global: 7.9/10

Crítica feita por Sara Queiroz


Informação

Título em português: A Ressaca
Título Original: The Hangover
Realização: Todd Phillips
Ano: 2009
Actores: Bradley Cooper, Ed Helms, Zach Galifianakis, Mike Tyson

Trailer do filme:

2 comentários:

  1. Este foi provavelmente a primeira comédia que realmente me deu vontade de rir ;D
    É de facto um filme bastante inovador, que nao precisa de ser "idiota", e é cómico.

    ResponderEliminar
  2. Boa critica. Este filme é o máximo de tão bom na arte de fazer comédia. Hilariante até ao fim e nem dá para bocejar, de tão magnético ele é. Muito bom. O Zack "galinhaça" e o Bradley "copos" estão o máximo.
    Por vezes atinge níveis irreverentes e irónicos, no fio-da-navalha do humor (aqui o Zack é mestre). Grande filme surpreendente.

    ResponderEliminar