terça-feira, 30 de março de 2010

Orphan (2009)

"There's something wrong with Esther."

Orphan = impressionante! Quem vá ver este filme na expectativa de apanhar uns grandes sustos, talvez se desiluda, mas já se for com a ideia de apanhar um filme cheio de suspense, mesmo daquele género de cortar a respiração, vai achar este filme dos mais geniais do género.
Jaume Collet-Serra conseguiu aquilo a fórmula perfeita, e finalmente acertou em cheio! Depois da horrorosidade que foi o "House of Wax" qualquer filme que se diga de terror e feito por Collet-Serra, levanta sempre algumas suspeitas. O filme consegue ser creepy, tem uns grandes actores, e um plot twist como nunca antes visto ! Eu digo-vos, a tamanha surpresa que apanhei com Orphan é inexplicável. Mas vamos por partes...

Orphan conta-nos a história de um casal, Kate e John Coleman (interpretados por Vera Farmiga e Peter Saarsgard respectivamente) que tem dois filhos, Danny (Jimmy Bennett) e Max (Aryana Engineer); No entanto, Kate sofre um aborto enquanto grávida do terceiro, ao que leva o casal a optar por adoptarem uma criança. E é nesse contexto que chega Esther (Isabelle Fuhrman). Logo do início é perceptível que há alguma coisa de errado com Esther. Há medida que o filme vai desenrolando, começamos a assistir ás manipulações de Esther e aos seus instintos homicidas. Outro ponto de realçar, o sotaque russo dela é completamente de arrepiar.
Devo dizer que Fuhrman é a alma deste filme. Todos os actores estão extremamente credíveis (especialmentee os mais novinhos. E eu tenho uma paixão secreta pelo Peter também, ele é um máximo), mas ela é simplesmente excepcional, acho que nunca vi uma performance tão aterradora como a dela. Vou até mais longe: penso que nenhuma actriz poderia fazer o papel tão bem como ela. Tem apenas 12 anos, mas certamente terá uma carreira promissora.


Em termos de realização, penso que Collet Serra faz um bom trabalho no build-up do suspense até ao ultimo minuto (Repito: o final é um choque! O filme vale imenso pelo
final.) e também considero que Collet Serra abordou uma vertente realista que deu ainda mais credibilidade ao filme. Penso assim que as personagens estão muito bem feitas e o enredo está bom (No entanto, se não fosse pelo plot twist, o enredo não seria uma grande novidade, visto que crianças diabólicas não é propriamente um tema inovador, como por exemplo em "The Good Son" com Macaulay Culkin. Mas Orphan é um grande psycho child horror movie)

O facto de ter um slow start e demorar um bocado a desenrolar não afecta, na minha opinião, a qualidade do filme. Agora perguntem-se... O que será que há de errado com Esther? Altamente recomendado, vejam este filme!

EXAME

Realização: 7.5/10
Actores: 9/10
Argumento/Enredo: 8.5/10
Duração/Conteúdo: 6.5/10
Transmissão da principal ideia do filme para o espectador: 7.5/10

Média Global: 7.8/10

Crítica feita por Sara Queiroz

Informação

Titulo em português: A Orfã
Titulo Original: Orphan
Ano: 2009
Realização: Jaume Collet-Serra
Actores: Isabelle Furhman, Vera Farming, Peter Saarsgard

Trailer do filme:



2 comentários:

  1. Odeio esse filme! Chato, irritante, vazio e sem qualquer resquício de originalidade. Ah, e aquele final?...Que coisa mais ridícula.

    ResponderEliminar
  2. Este filme se tornou, sem dúvida alguma, um dos meus favoritos!
    Apesar de apresentar semelhanças com o clássico "Anjo Malvado", devo dizer que "A orfã" é muito melhor!
    O final divide opiniões, mas na minha opinião em particular, ele ficou muito bom, muito surpreendente!
    Isabele Fuhrman é o grande destaque! Infelizmente sua performance foi tão convincente neste filme que a impede de conseguir mais papéis em outros filmes (digamos, que ela ficou marcada no papel de Esther, e quando um ator é marcado por uma participação em um filme de terror, ele geralmente tem dificuldades para conseguir papéis diferentes).

    ResponderEliminar